Exclusivo

Armando Vara vai recorrer para o Constitucional de pena de prisão por "lavar" dinheiro

Armando Vara vai recorrer para o Constitucional de pena de prisão por "lavar" dinheiro

Tribunal da Relação de Lisboa confirmou pena de dois anos de cadeia efetiva a que ex-administrador da Caixa Geral de Depósitos tinha sido condenado, em 2021, pelo Tribunal Criminal de Lisboa. Processo resultou da Operação Marquês.

A defesa de Armando Vara vai recorrer para o Tribunal Constitucional da pena de dois anos de prisão efetiva a que o ex-administrador da Caixa Geral de Depósitos foi condenado por ter "lavado" dinheiro obtido licitamente, para fugir ao pagamento de imposto.

A pena tinha sido inicialmente aplicada, em julho de 2021, pelo Tribunal Criminal de Lisboa e foi agora confirmada pelo Tribunal da Relação de Lisboa. A contestação trava, pelo menos para já, o regresso de Armando Vara, de 67 anos, à cadeia de Évora, onde já cumpriu pena por tráfico de influência, no âmbito do processo "Face Oculta".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG