Premium

G3 desviadas da tropa iam parar às mãos de criminosos

G3 desviadas da tropa iam parar às mãos de criminosos

Entre os 52 detidos pela PJ há 14 traficantes que vendiam metralhadoras, pistolas e espingardas. Agente da PSP desviava material entregue para abate.

Entre as centenas de armas de fogo apreendidas na megaoperação da Polícia Judiciária (PJ) de Vila Real contra o tráfico de armas no Norte do país há espingardas automáticas G3 que terão sido desviadas de Forças Armadas ou de segurança para acabarem nas mãos dos criminosos. Também foram confiscadas várias metralhadoras Kalashnikov importadas do Kosovo pela rede de traficantes de que faziam parte um agente da PSP de Chaves, três armeiros e vários indivíduos ligados ao submundo do crime.

Na quarta-feira, dos 52 detidos, os 14 principais suspeitos, aqueles que tiravam chorudos lucros do negócio, foram levados ao Tribunal de Instrução Criminal do Porto. Os interrogatórios continuam esta quinta-feira.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG