Premium

Asfixia mulher até à morte por não aceitar o divórcio

Asfixia mulher até à morte por não aceitar o divórcio

Tentou estrangular a companheira e meteu-a na mala do carro na garagem da casa onde viviam, em Ribeirão, Famalicão. Carla recuperou os sentidos e resistiu, mas foi asfixiada com cobertor.

Carla Barbosa, 36 anos, foi asfixiada até à morte pelo marido de 44 anos, ontem de manhã, em Fradelos, Vila Nova de Famalicão. Jorge Branco confessou o homicídio e foi detido pela GNR quando se preparava para fugir. Matou a mulher porque ela quis o divórcio.

Não havia antecedentes por violência doméstica

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG