Exclusivo

Assaltadas mais de 50 casas por dia com donos em férias

Assaltadas mais de 50 casas por dia com donos em férias

O verão é sinónimo de férias e se, para muitos, é sinónimo de descanso, para outros é de intensa atividade. É nesta altura que aumentam os assaltos a residências e este ano, nos meses de junho e de julho, PSP e GNR registaram 3054 furtos, a uma média diária que ultrapassa a meia centena.

Aliás, e olhando para o Relatório Anual de Segurança Interna (RASI), registaram-se, no ano passado, 8420 assaltos a residências pelos métodos do arrombamento, escalamento ou chave falsa. E, cerca de metade deles (4299) concentraram-se nos meses tradicionais de férias junho, julho e agosto.

Entre 2019 e 2021, a tendência tem sido de descida embora, como notou ao JN fonte da GNR, "os anos de 2020 e 2021 coincidem com a pandemia e, por isso, revelam valores abaixo do que havia registo em 2019". A Guarda assinala, no entanto, uma exceção, no ano passado, quando se verificou "uma maior incidência nos furtos em residências em casas de férias no distrito de Faro".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG