Exclusivo

Assassinou mulher a tiro depois de a ver a dançar com outro homem

Assassinou mulher a tiro depois de a ver a dançar com outro homem

O homem que matou a mulher, na madrugada de sábado, em Escariz, Arouca, agiu por ciúmes. Ficou em fúria após ter visto a esposa de quem estava separado havia um mês a dançar com outro homem, num bar da região. Detido após ter tentado o suicídio, deve ir ao Tribunal de Santa Maria da Feira, para ser interrogado, na segunda-feira.

Ver a mulher dançar com outro homem provocou a ira de Adriano Campos que, de imediato, começou a discutir violentamente com Celestina Ferreira. O desentendimento subiu de tom já fora do bar e também dentro da viatura, quando o casal ia em direção à casa do indivíduo. Apesar de estarem separados, o casal mantinha encontros pontuais, o que terá levado Celestina a aceitar entrar no carro.

Sentindo-se amedrontada com a discussão, a mulher terá ameaçado Adriano Campos com denúncia às autoridades sobre as alegadas intimidações de que estaria a ser alvo. Cerca da 1.30 horas, ainda mais enfurecido, o homem saiu do carro e foi a casa pegar numa arma de fogo com a qual voltou ao carro e feriu mortalmente a mulher com um tiro.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG