Football Leaks

"Associei imediatamente" a publicação dos e-mails ao Benfica, diz advogado assistente

"Associei imediatamente" a publicação dos e-mails ao Benfica, diz advogado assistente

O advogado João Medeiros, ouvido esta quarta-feira, enquanto assistente, no processo Football Leaks, revelou ao tribunal que, quando os seus e-mails começaram a ser divulgados publicamente, ligou "imediatamente" essa situação ao caso e-toupeira, que envolveu a SAD do Benfica. Medeiros também revelou que o Ministério Público citou um dos seus e-mails numa nota de rodapé de um documento.

João Medeiros disse ter começado a ver a sua caixa de correio eletrónico devassada entre 21 e 22 de dezembro de 2018. Uma vez que a decisão instrutória do e-toupeira tinha saído no dia 21 e que o blogue Mercado de Benfica publicou, nos dias imediatamente a seguir, um "conjunto significativo" de documentos ligados a esse processo, o advogado disse ter estabelecido logo uma ligação entre ambos os episódios.

Medeiros referiu ao tribunal que viveu "momentos difíceis" nos tempos que se seguiram, chegando a receber apoio psicológico. "Vivia num sobressalto constante", revelou ao coletivo de juízes no Tribunal Central Criminal de Lisboa. Num registo mais relaxado, e a título de exemplo, o advogado afiançou ainda que passou a ouvir "piadinhas", nos círculos de que era próximo, de gente que dizia preferir não o contactar por e-mail. Num primeiro momento, os clientes não ficaram "agradados" com a publicação dos documentos. No entanto, com o passar do tempo, passaram a mostrar-se compreensivos, relatou.

João Medeiros revelou também que um dos seus e-mails ilegalmente divulgados chegou a ser citado pelo Ministério Público. A situação aconteceu numa nota de rodapé da resposta a uma contestação no processo das rendas da EDP.

João Medeiros foi o segundo assistente a ser ouvido nesta terceira sessão do julgamento do Football Leaks, depois de Luís Pais Antunes, da PLMJ. As declarações de Rui Costa Pereira e Inês Costa, outros advogados assistentes que deveriam falar esta quarta-feira, foram adiadas para amanhã. Rui Pinto está a assistir à sessão.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG