Exclusivo

Atletas brasileiros atacados em casa no Furadouro

Atletas brasileiros atacados em casa no Furadouro

Brasil Soccer Academy fala em ato racista e xenófobo. Investida aconteceu na madrugada de segunda-feira.

Quatro jovens de nacionalidade brasileira, dois deles jogadores das equipas de futebol da AD Ovarense, foram atacados de madrugada na residência onde vivem, no Furadouro, Ovar, ao mesmo tempo que terão sido alvo de insultos xenófobos. A situação, ocorrida segunda-feira, foi denunciada à PSP pela Brasil Soccer Academy, empresa que representa os atletas.

Segundo o JN apurou, o ataque aconteceu pelas 4.30 horas. Na residência, encontravam-se dois jogadores da AD Ovarense, um terceiro atleta, também de nacionalidade brasileira, e ainda um amigo que estava a passar uns dias com eles. Todos com idades compreendidas entre os 18 e os 23 anos. "Apareceu um bando de 10 ou 12 meliantes locais, já conhecidos pelas autoridades. Arrombaram a porta e entraram na casa, armados com facas, barras de ferro e outros tipos de armas brancas, e atentaram contra a vida dos que estavam no local. Gritaram "vocês vão morrer, brasileiros" e outros insultos", contou Ricardo Mariath, responsável pela Brasil Soccer Academy.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG