Justiça

Ator Tomás Santos e outros 14 detidos em tribunal

Ator Tomás Santos e outros 14 detidos em tribunal

Os 15 suspeitos, entre os quais o ator Tomás Santos, detidos durante uma megaofensiva antidroga da GNR nos concelhos de Cascais, Sintra, Amadora e Vila Franca de Xira, chegaram por volta das 14.00 horas ao Tribunal de Sintra para primeiro interrogatório judicial, soube o JN.

Dado o elevado número de detidos nesta operação, é previsível que, para além da identificação de todos perante o Ministério Público (MP), apenas alguns sejam interrogados ainda esta quarta-feira, admitindo-se que as audições continuem amanhã, quinta-feira.

Os suspeitos, com idades entre os 20 e os 35 anos, sete dos quais detidos no concelho de Cascais, incluindo o ex-ator da série "Morangos com Açúcar" Tomás Santos, que explorava um dos dois cafés, em Alvide, Alcabideche, alvo das buscas policiais, são suspeitos de integrarem uma ativa rede de tráfico de haxixe, a operar na região metropolitana de Lisboa. Recorda-se que Tomás Santos encontra-se atualmente com pena suspensa, depois de ter sido condenado no ano passado, no Tribunal de Cascais, a quatro anos e meio de prisão, por tráfico de haxixe.

A investigação, que culminou no desmantelamento da rede, durou cerca de um ano e esteve a cargo do Núcleo de Investigação Criminal (NIC) da GNR de Sintra, tutelada pelo Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP) da comarca.

Para além dos detidos, foram confiscados 68 quilos de haxixe, cocaína, armas de fogo, dinheiro e 13 veículos na operação que mobilizou 230 militares do Comando Territorial da GNR de Lisboa, apoiados por equipas da Unidade de Intervenção e, em alguns casos, pela PSP.