Justiça

Aumentam queixas de homens vítimas de violência doméstica

Aumentam queixas de homens vítimas de violência doméstica

A vergonha ainda está bem presente entre os homens vítimas de violência doméstica, mas a verdade é que são cada vez mais os que ganham coragem para denunciar maus-tratos às autoridades, que registam também um aumento do número de "mulheres agressoras". Nos últimos cinco anos e até junho de 2015, foram 14 285 os homens a queixar-se de mulheres por crimes de violência doméstica.

O preconceito dita que os homens são mais fortes e, por isso, muitos aguentam em silêncio a violência. Mas a vergonha está a quebrar. Só nos primeiros seis meses deste ano as autoridades registaram 1260 queixas de homens por maus-tratos, em que o denunciado era uma mulher. Podem ser mulheres, mães, filhas, enteadas ou madrastas, uma vez que as estatísticas elaboradas pelas autoridades não especificam qual a relação entre as agressoras e os homens vítimas.

Ler mais na versão e-paper ou na edição impressa

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG