Exclusivo

Autarcas de Penamacor julgados por viagem à Turquia paga por empresa de informática

Autarcas de Penamacor julgados por viagem à Turquia paga por empresa de informática

Tribunal da Relação de Coimbra reverteu decisão de juíza do Fundão, que tinha mandado arquivar acusação por recebimento indevido de vantagem. 21 elementos de 16 municípios governados pelo PS e pelo PSD participaram na viagem.

O Tribunal da Relação de Coimbra deu provimento ao recurso interposto pelo Ministério Público para levar a julgamento o presidente da Câmara de Penamacor, António Beites, e o seu vice-presidente, Manuel Robalo, por terem viajado, em 2015, para Istambul, na Turquia, com gastos suportados por uma empresa de informática, a ANO - Sistemas de Informação e Serviços Lda. Recorde-se que na mesma comitiva portuguesa seguiram mais 20 autarcas do PS e PSD, que também foram investigados e acusados.

O caso de Penamacor chegou a debate instrutório em fevereiro e, no final, a juíza do Tribunal do Fundão decidiu não pronunciar os dois autarcas. O MP recorreu e, agora, o Tribunal da Relação de Coimbra decidiu que a viagem "foi descabida" e "despropositada" e encaminhou o processo para julgamento.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG