Setúbal

Autópsia de menina vítima de maus-tratos deverá realizar-se quarta-feira

Autópsia de menina vítima de maus-tratos deverá realizar-se quarta-feira

A autópsia ao corpo da menina de três anos que morreu na segunda-feira, em Setúbal, alegadamente devido a maus-tratos, só deverá realizar-se na quarta-feira.

"A autópsia, com grande probabilidade deverá acontecer amanhã. Hoje, à partida, já não deverá ser, dado que ainda nem sequer tenho ordem para realizar autópsia", disse à agência Lusa o coordenador do Gabinete Médico-Legal e Forense da Península de Setúbal, Ferreira Santos. "Se o teste à covid-19 der negativo, a autópsia deverá, com grande probabilidade, ter lugar amanhã, quarta-feira", acrescentou. Caso o resultado seja positivo, terá que existir uma reavaliação, pois terão de ser tomadas "outras precauções".

De acordo com o Centro Hospitalar de Setúbal (CHS), a menina de três anos que morreu na segunda-feira, alegadamente devido a maus-tratos, deu entrada na unidade de saúde "entubada e ventilada", tendo sido sujeita a manobras de reanimação, mas "não foi possível reverter a situação".

A Polícia Judiciária confirmou que está a investigar a morte da menor, que terá ocorrido num "quadro evidente de maus-tratos". A investigação deverá permitir esclarecer se a morte da menina de três anos resultou de um eventual quadro de ofensas à integridade física, agravadas pelo resultado morte, ou se se tratou de um homicídio deliberado.

Pelo menos até hoje de manhã, a PJ de Setúbal ainda não tinha anunciado nenhuma detenção relacionada com o caso.

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG