O Jogo ao Vivo

Operação "Streamblock"

Autoridades eliminam aplicação ilegal de streaming Mobdro

Autoridades eliminam aplicação ilegal de streaming Mobdro

A aplicação ilegal Mobdro, que permitia visualizar gratuitamente canais de televisão paga através de streaming em computadores ou telemóveis, foi eliminada da Internet numa mega operação da Europol, em que participou a Polícia Judiciária.

A operação "Streamblock" decorreu a pedido das autoridades espanholas, envolvendo entidades policiais de Espanha, Andorra, República Checa e Portugal.

A operação permitiu a detenção de três indivíduos em Espanha e um em Andorra, países onde também foram realizadas buscas. No país vizinho, as autoridades concentraram-se na zona de Múrcia.

"A participação portuguesa, no âmbito de uma Decisão Europeia de Investigação, titulada pelo DIAP de Lisboa, permitiu a desativação de um servidor que continha aplicações destinadas à partilha ilegal de conteúdos, a apreensão de dados informáticos relevantes, bem como o hardware que suportava a atividade criminosa", adiantou, esta terça-feira, a PJ em comunicado.

A aplicação ilegal Mobdro era utilizada por centena de milhares de portugueses e por 43 milhões de pessoas em todo o mundo. As autoridades calculam que a rede de streaming ilegal tenha gerado lucros de cerca de cinco milhões de euros para os criminosos.

A investigação ao Mobdro começou em 2018, com queixas das Ligas espanholas e inglesas que detetaram a difusão ilegal de serviços de televisão com subscrição paga. Nos primeiros tempos, o Mobdro fornecia gratuitamente streaming de canais aberto, mas passou a distribuir conteúdos protegidos por direitos de autor, levando lesados a queixaram-se.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG