Vila do Bispo

Autoridades portuguesas examinaram poços no Algarve na investigação de Maddie

Autoridades portuguesas examinaram poços no Algarve na investigação de Maddie

As autoridades portuguesas examinaram três poços em Vila do Bispo durante oito horas, na quinta-feira, no âmbito da investigação sobre o desaparecimento de Madeleine McCann.

A informação, baseada em relatórios da investigação, foi inicialmente avançada pela imprensa britânica, quando o jornal "The Mirror" noticiou que polícias e mergulhadores da região do Algarve examinaram três poços fora de uso em Vila do Bispo, na quinta-feira.

A área investigada fica a cerca de 16 quilómetros do resort da Praia da Luz onde Maddie desapareceu, em 3 de maio de 2007.

Vários investigadores estiveram no local com equipamento de mergulho especializado para examinar os poços. O maior teria mais de 13 metros de profundidade e as operações terão demorado cerca de oito horas.

Os pais de Madeleine, Kate e Gerry McCann, não terão sido informados sobre o motivo pelo qual as autoridades examinaram os poços, adianta a imprensa britânica.

O "The Mirror" também refere que os locais das buscas ficam perto de uma praia em que a carrinha do suspeito alemão Christian Brueckner foi fotografada em 2007.

A investigação sobre o desaparecimento de Maddie foi reativada em junho, depois de as autoridades alemãs terem anunciado que estavam a investigar Brueckner, um predador sexual alemão condenado por abusos de crianças.

O suspeito morou na costa do Algarve e o seu número de telemóvel português recebeu uma chamada de 30 minutos na Praia da Luz cerca de uma hora antes de Madeleine desaparecer.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG