Exclusivo

Avisou amigo sobre fotos íntimas da mulher e foi julgado em tribunal

Avisou amigo sobre fotos íntimas da mulher e foi julgado em tribunal

Queixosa processou colega de marido por injúrias e reclamou 10 mil euros. Juiz absolveu arguido que agiu por "solidariedade masculina".

Soube que a mulher de um amigo aparecia em poses desnudadas numas fotografias que circulavam em grupos privados nas redes sociais da Internet e decidiu avisá-lo. Numa conversa a sós, tentou convencê-lo a separar-se. Considerando ter sido injuriada durante o diálogo entre homens, a esposa decidiu processar o amigo do marido e reclamar 10 mil euros de indemnização. O Tribunal de Matosinhos absolveu recentemente o indivíduo, concluindo que este só quis advertir o amigo sobre o comportamento da mulher, sem a intenção de a ofender.

De acordo com a sentença a que o JN teve acesso e que transitou em julgado em janeiro, José S., um comercial de 48 anos, residente em Vila do Conde, participou num jantar de amigos no final de novembro de 2018. Era um jantar de Natal entre homens, onde um dos convidados exibiu fotografias íntimas da mulher de Paulo V., que não estava presente no convívio.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG