Justiça

Baleou homem na Amadora, foi detido nos Países Baixos e extraditado para Portugal

Baleou homem na Amadora, foi detido nos Países Baixos e extraditado para Portugal

Um homem de 26 anos suspeito de em 2020 ter baleado um outro, na Amadora, foi detido pelas autoridades dos Países Baixos, em colaboração com a Polícia Judiciária (PJ) e extraditado para Portugal, tendo ficado em prisão preventiva.

Numa nota enviada hoje à agência Lusa, a PJ adianta que o detido está fortemente indiciado de um crime de ofensa à integridade física grave qualificada, salientando que a detenção ocorreu num contexto de cooperação policial internacional com as autoridades holandesas, país para onde o suspeito fugiu após ter cometido o crime.

A PJ explica que, através da Diretoria de Lisboa e Vale do Tejo e da Unidade de Cooperação Internacional e com a colaboração das Autoridades dos Países Baixos, procedeu "à localização, detenção e extradição para território nacional, de um homem com 26 anos, fortemente indiciado pela prática dos crimes de ofensa à integridade física grave qualificada e de detenção de arma proibida".

PUB

O crime ocorreu a 10 de novembro de 2020, na via pública, no concelho da Amadora, quando o suspeito, na sequência de uma altercação com outro homem, de 33 anos, o atingiu com disparo de arma de fogo.

"Após a prática do crime, o suspeito abandonou o território nacional, vindo a ser localizado e detido pelas Autoridades dos Países Baixos, na sequência da emissão de mandado de detenção europeu por parte dos serviços do Ministério Público no DIAP de Lisboa Oeste -- Amadora", adianta a PJ.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG