O Jogo ao Vivo

Premium

Bombeiro que ateou seis fogos fica preso em casa

Bombeiro que ateou seis fogos fica preso em casa

Relação de Guimarães agrava medida de coação de subchefe de Alfândega da Fé, que foi libertado. Incendiava para se destacar a apagar e ser promovido.

O Tribunal da Relação de Guimarães agravou a medida de coação de um bombeiro de 39 anos, subchefe da corporação de Alfândega da Fé (distrito de Bragança), que foi detido pela Polícia Judiciária de Vila Real, em setembro do ano passado, por ter ateado seis grandes incêndios na região.

O bombeiro estava a aguardar julgamento em liberdade, com apresentações diárias às autoridades, mas vai para prisão domiciliária com pulseira eletrónica. Ateava fogos "para se evidenciar no campo de operações e ascender na hierarquia dos Bombeiros", acreditam os juízes.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG