Premium

Burlão das notas de 50 faz mestrado em Psicologia na cadeia

Burlão das notas de 50 faz mestrado em Psicologia na cadeia

O burlão Valdemar Castro cumpre 12 anos de cadeia e está a ser de novo julgado por fraudes. Está a tirar um mestrado na prisão.

Valdemar Castro, 46 anos, que ficou conhecido como o "burlão das notas de 50 euros", por enganar dezenas de comerciantes, voltou a sentar-se no banco dos réus, em Famalicão, esta semana, agora por crimes de falsidade informática cometidos em 2015, com o seu irmão, que está em parte incerta há anos. Mas enviou um email ao tribunal a informar que não poderia estar presente. Valdemar cumpre uma pena de 12 anos e, na cadeia, vai fazer um mestrado em Psicologia, depois de ali já ter completado uma licenciatura em Ciências Sociais.

Estava acusado de vários crimes de burla informática consumada e tentada e falsidade informática nos mesmos moldes. Do processo original, a maioria dos lesados desistiu da queixa, pelo que o procedimento criminal quanto ao crime de burla informática extinguiu-se.

Outras Notícias