Exclusivo Edição Impressa

Cada gestor dos Colégios GPS chegou a gastar 824 euros por refeição

Cada gestor dos Colégios GPS chegou a gastar 824 euros por refeição

Administradores acusados chegaram a gastar 824 euros por uma só refeição. Desvios de 30 milhões.

Os cinco administradores do grupo de colégios GPS (Gestão de Participações Sociais) mantiveram, pelo menos entre 2005 e 2013, um total de 22 esquemas que visaram a apropriação de montantes milionários provenientes dos subsídios do Estado, no âmbito de contratos de associação com estabelecimentos de ensino. Os circuitos financeiros estão descritos na acusação do Ministério Público de Lisboa, que imputa a subtração de cerca de 30 milhões de euros, de um total de 300 milhões pagos pelo erário público.

Leia a nossa Edição Impressa ou tenha acesso a todo o conteúdo no seu computador, tablet ou smartphone assinando a versão digital aqui

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG