PJ

Cadastrado rapta e viola mulher durante duas horas no Porto

Cadastrado rapta e viola mulher durante duas horas no Porto

Um indivíduo, de 32 anos, que saiu há três meses da cadeia, onde cumpriu 12 anos por crimes sexuais, foi este domingo detido pela Polícia Judiciária, após ter raptado e violado uma mulher, no Porto.

De acordo com a PJ, o indivíduo ameaçou e agrediu a vítima na via pública para a conduzir para uma zona devoluta e erma. Lá, a mulher foi mantida "contra a sua vontade e num ambiente de total pavor pelo período de duas horas, no decurso do qual a submeteu a diversas práticas sexuais, violando-a de forma repetida", explica a PJ.

Antes de deixar a vítima fugir, o cadastrado ainda roubou todo o dinheiro que ela tinha.

"A vítima foi posteriormente alvo de assistência médico-legal, tendo as diligências policiais imediatas desenvolvidas com o auxílio da PSP, e posterior recolha de prova, culminado com a detenção, fora de flagrante delito, do autor dos factos", adiantou ainda a PJ.

O indivíduo já cumpria 12 anos de pena de prisão por crimes contra a autodeterminação sexual e contra a propriedade e tinha sido libertado em junho da cadeia.

Vai ser levado ao Tribunal de Instrução Criminal do Porto para aplicação das medidas de coação.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG