Exclusivo

Cadeia de Coimbra recusou receber recluso em fuga

Cadeia de Coimbra recusou receber recluso em fuga

Um preso evadido e declarado contumaz tentou entregar-se, na segunda-feira, na cadeia de Coimbra. Mas o diretor recusou acolhê-lo. A Direção-Geral de Reinserção e Serviços Prisionais (DGRSP) justifica a decisão com o facto de o evadido, que permanece em liberdade, não ter apresentado documento de identificação, nem ter feito referência à sua condição de fugitivo.

Luís Silva foi condenado a 12 anos de prisão e cumpriu parte substancial da pena. Contudo, quando já beneficiava de saídas precárias decidiu não regressar à prisão. O recluso foi, então, considerado contumaz e nunca foi encontrado, até porque passou os últimos meses no estrangeiro.

Recentemente, Luís Silva decidiu entregar-se e, anteontem, o seu advogado, Fernando Moura, dirigiu-se à cadeia de Coimbra para comunicar que o recluso em fuga iria voltar à cela.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG