Narcotráfico

Cães descobrem 50 quilos de cocaína escondidos em pia de mármore

Cães descobrem 50 quilos de cocaína escondidos em pia de mármore

Carga com a droga seria transportada, de avião, do Brasil e tinha como destino final Loulé. A Polícia Federal brasileira apreendeu ainda cinco quilos de cocaína ocultos na bagagem de um avião que viajaria entre São Paulo e o Porto.

Uma pia em mármore escondia 50 quilos de cocaína. A droga foi descoberta pela Polícia Federal brasileira no Aeroporto Internacional de São Paulo, quando a carga estava prestes a partir em direção a Portugal. No mesmo aeroporto, um cão da polícia federal também detetou cinco quilos de cocaína na mala de um passageiro que tinha como destino o Porto.

No primeiro caso, uma investigação levou, na terça-feira, a Polícia Federal até uma carga que já estava no porão de um avião que partiria de São Paulo para aterrar em Portugal. A pia e banheira, ambas em mármore e com um peso de três toneladas, seriam entregues em Loulé, mas já não saíram do aeroporto brasileiro.

Isto porque os polícias, com o auxílio da equipa K9, constituída pelo binómio agente/cão, sinalizaram 50 tijolos de droga escondidos no interior da peça de mármore.

Até ao momento, não foram efetuadas detenções relativamente a este caso de tráfico internacional.

Detido foi, sim, um passageiro, de 40 anos e natural da Guiana, que tinha voo marcado para o Porto. Contudo, antes de embarcar no avião que partiu do Aeroporto Internacional de São Paulo, uma outra equipa K9 da Polícia Federal identificou cinco quilos de cocaína dissimulados numa mala despachada para o porão da aeronave. A droga estava oculta dentro de embalagens de roupas de cama.

O traficante foi apanhado depois de a polícia ter identificado o dono da bagagem que escondia a droga.

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG