Exclusivo

Câmara de Braga tem de pagar 4,9 milhões a Souto Moura

Câmara de Braga tem de pagar 4,9 milhões a Souto Moura

Tribunal Central Administrativo rejeita recurso da autarquia contra custos de projeto do estádio municipal de Braga. Obra traz mais contas para pagar.

São 4,9 milhões de euros que têm de ser pagos pela Câmara de Braga a um consórcio liderado pelo arquiteto Eduardo Souto Moura, responsável, em 2000, pelo projeto do novo estádio local, construído para o Euro-2004. O Tribunal Administrativo Central do Norte não aceitou, por razões processuais, o recurso da decisão do Tribunal Administrativo e Fiscal de Braga que condenou a autarquia, em julho de 2018.

Contactado pelo JN, o advogado Fernando Barbosa e Silva disse que a Câmara vai continuar a usar os meios judiciais disponíveis, de modo a que a sentença seja revista: "Não nos conformamos. O Tribunal nem sequer analisou os argumentos do recurso". O autarca Ricardo Rio também diz que não desiste: "Vamos continuar a tentar fazer valer a nossa posição".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG