Exclusivo

Câmara de Penamacor fez ajuste direto para estrada que já estava feita  

Câmara de Penamacor fez ajuste direto para estrada que já estava feita  

António Beites, presidente da Câmara de Penamacor, foi acusado pelo Ministério Público (MP) dos crimes de prevaricação de titular de cargo político e de falsificação de documento agravado por ter feito um ajuste direto de obras numa estrada que já tinham sido efetuadas.

No alegado esquema participaram Raul Laranjeira, ex-chefe do departamento de obras do município, Ana Valente, trabalhadora do mesmo serviço, o empreiteiro Eugénio Crucinho, a sua empresa de construção civil, e o funcionário da firma Ricardo Amaral. Estão todos acusados dos mesmos crimes.

A obra em causa, a repavimentação da EN332 e reparação do caminho de acesso à Reserva Natural da Serra da Malcata, foi realizada entre dezembro de 2014 e fevereiro de 2015, sem concurso público, pela empresa António J. Cruchinho & Filhos, Lda.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG