Exclusivo

Câmara de Vila Verde condenada a pagar um milhão a empreiteiros

Câmara de Vila Verde condenada a pagar um milhão a empreiteiros

Trabalhos a mais e prejuízos causados por acidente que matou trabalhadores na ponte Vila Verde/Terras de Bouro. Ação por decidir de mais 1,5 milhões.

O Tribunal Administrativo do Norte condenou a Câmara Municipal de Vila Verde a pagar 550 mil euros (um milhão com os juros entretanto acumulados), ao consórcio que, há 12 anos, construiu a ponte sobre o rio Homem, entre as freguesias de Valdreu e Moimenta, ligando Vila Verde ao concelho de Terras de Bouro. O Município vai pagar aos dois empreiteiros.

A decisão, que já não é passível de recurso, prende-se com "trabalhos a mais" reclamados pelas empresas Sá Machado, SA, e Alberto Couto Alves, SA, e que foram efetuados após uma longa paragem na empreitada, motivada por um acidente de trabalho, ocorrido em 2007, em que morreram dois operários.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG