Exclusivo

Cartel pagava 50 mil euros a trabalhadores do aeroporto do Porto

Cartel pagava 50 mil euros a trabalhadores do aeroporto do Porto

Cocaína chegada do Brasil era controlada por funcionários. Viciado no jogo alinhou para recuperar dinheiro perdido sem a mulher saber.

O funcionário de uma empresa de catering, que abastece os aviões que fazem a ligação entre Brasil e Portugal, contratou um trabalhador da Groundforce, responsável pela retirada da carga do porão das aeronaves, um viciado em apostas desportivas e com dificuldades financeiras, e dois cunhados desempregados para retirar dezenas de quilos de cocaína do Aeroporto Francisco Sá Carneiro, no Porto.

Todos estavam ao serviço de um cartel internacional e recebiam, cada um, cerca de 50 mil euros por cada encomenda. Todos foram também acusados, recentemente, de tráfico de droga. Tinham sido detidos pela Polícia Judiciária (PJ) do Porto no final de 2021.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG