Exclusivo

Casal contesta "prova diabólica" que pode trair lesados do BPN

Casal contesta "prova diabólica" que pode trair lesados do BPN

Queixosos querem anular acórdão do Supremo que deixa investidores à beira de nunca reaverem dinheiro aplicado.

Um casal de lesados do Banco Português de Negócios (BPN) reclamou do acórdão do Supremo Tribunal de Justiça que, em dezembro, diminuiu as possibilidades de dezenas de antigos clientes daquela instituição recuperarem o dinheiro que, há mais de 15 anos, investiram ao engano e acabaram por perder.

Em declarações ao JN, o advogado de um casal lesado, Eugénio Marinho, promete recorrer para o Tribunal Constitucional, se os juízes conselheiros mantiverem a decisão anterior. O desfecho deste caso poderá afetar os restantes lesados do BPN e outros bancos com processos a correr nos tribunais.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG