Premium

Chamar "psicopata político" e comparar com Hitler não é crime

Chamar "psicopata político" e comparar com Hitler não é crime

O ex-presidente da Junta de Freguesia de Pedroso e Seixezelo, Gaia, chamou ao seu sucessor "psicopata político", "mentiroso compulsivo" e "tiraninho", chegando a compará-lo a Hitler.

Foi condenado em primeira instância, mas acabou absolvido pela Relação do Porto. Para os juízes desembargadores, o contexto eleitoral justifica expressões "agressivas".

Setembro de 2017. A disputa eleitoral pela Junta está ao rubro. No último dia de campanha, António Tavares, presidente entre 1997 e 2013, faz um derradeiro apelo ao voto. Publica um vídeo de nove minutos no Facebook onde faz um ataque cerrado a Filipe Lopes que, quatro anos antes, o tinha derrotado nas urnas.