Oeiras

Chefe da PSP salvou bebé com 15 dias de morrer engasgada

Chefe da PSP salvou bebé com 15 dias de morrer engasgada

Um chefe da PSP salvou uma bebé, com 15 dias, de morrer engasgada com leite materno, no interior da Esquadra de Oeiras. Um agente tinha ouvido os gritos de aflição, ontem, pelas 0.35 horas, à entrada do departamento policial e solicitou auxílio ao graduado de serviço.

De acordo com o comunicado da PSP, divulgado esta quinta-feira, "perante vozes altas de algum desespero de pessoas na zona de entrada da esquadra, um polícia de serviço perguntou o que se passava, ao que responderam que a bebé estava a sufocar".

O agente solicitou auxílio ao Chefe da PSP que se encontrava de serviço na esquadra que, "tendo em conta que tinha conhecimentos suficientes, de imediato pegou na bebé e colocou-a na posição adequada iniciando as manobras recomendadas para este tipo de situação".

PUB

"Numa primeira tentativa, após o início das manobras a bebé regurgitou algum leite. Contudo, encontrava-se ainda letárgica, não chorando ou respondendo a estímulos. Só com a continuação das manobras foi possível fazer regurgitar a bebé, e, nesse momento, fazer com que a mesma recuperasse a função respiratória, conseguindo, assim, desobstruir as vias respiratórias", sublinha o comunicado.

À chegada dos Bombeiros Voluntários de Oeiras, e posteriormente, da médica de emergência e reanimação do Hospital de Cascais, a bebé apresentava-se bem, mas foi transportada para o Hospital de Cascais para observação no serviço de pediatria, tendo em conta o tempo que esteve sem respirar.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG