Premium

Clube falsifica contratos para ter atletas estrangeiros

Clube falsifica contratos para ter atletas estrangeiros

SEF realizou buscas e constituiu arguidos três dirigentes de clube de Leiria suspeitos de auxílio à emigração ilegal e falsificação de documentos.

Traziam jogadores da América do Sul para jogar futebol nas competições nacionais e, para ultrapassar as condicionantes legais, criavam falsos contratos de trabalho. Os atletas eram registados com outras ocupações, por exemplo, como roupeiros. Estas suspeitas levaram o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) a constituir como arguidos três dirigentes de um clube de Leiria por auxílio à emigração ilegal e falsificação de documentos.

De acordo com informações recolhidas pelo JN, os arguidos são suspeitos de terem trazido para o território nacional cerca de 20 atletas, quase todos de nacionalidade brasileira.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG