Braga

Compressa esquecida em doente custa 49 mil euros

Compressa esquecida em doente custa 49 mil euros

Administração Regional de Saúde do Norte condenada a pagar por falha cometida há 17 anos numa grávida no Hospital de S. Marcos.

Em abril do ano 2000, uma grávida, de 34 anos, foi submetida, no Hospital de São Marcos, em Braga, a uma intervenção cirúrgica que terminou com uma compressa esquecida no abdómen. O "objeto" ficou alojado durante nove meses no corpo da doente, até que médicos de uma clínica o descobriram. Pelos danos sofridos, os tribunais administrativos decidiram atribuir-lhe uma indemnização total de de 48 926 euros, a pagar pela Administração Regional de Saúde (ARS) do Norte, devido à extinção daquele hospital público.

Leia a nossa Edição Impressa ou tenha acesso a todo o conteúdo no seu computador, tablet ou smartphone assinando a versão digital aqui

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG