Exclusivo

Condenada por tentar matar marido a tiro, com veneno e comprimidos

Condenada por tentar matar marido a tiro, com veneno e comprimidos

Mulher é condenada a oito anos e meio de prisão por atentar três vezes contra a vida do companheiro. O médico que a ajudou beneficia de pena suspensa.

Diego e Ana conheceram-se em 2008, em Montechoro. Ele tinha 23 anos, ela 35. Ele vinha do Brasil, ela de duas relações fracassadas e com dois filhos menores. Apaixonaram-se e, em menos de dois anos, estavam casados. Quatro anos depois, Ana tentou matar Diego por três vezes. Mas não conseguiu. Diego sobreviveu a três tiros, uma pancada na cabeça e dois envenenamentos. Ana foi condenada a oito anos e meio de prisão pelo Tribunal de Portimão, mas recorreu. Agora, o Supremo Tribunal de Justiça rejeitou o derradeiro recurso. Em breve, Ana deverá começar a cumprir pena.

Ao longo de quatro anos, o amor de Ana por Diego transformou-se em ódio. E a mulher decidiu acabar com o casamento de modo irrevogável: matar o marido. Segundo a sentença recentemente proferida, e a que o JN teve acesso, Ana decidiu recrutar a ajuda de um cúmplice, cuja identidade não chegou a ser apurada, e montou uma cilada ao marido.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG