Tribunal

Condenada por torturar amante do ex-marido com piripiri na vagina 

Condenada por torturar amante do ex-marido com piripiri na vagina 

Uma mulher, de 45 anos, foi condenada pelo Tribunal da Relação de Évora a quatro anos de prisão, com pena suspensa, por ter agredido a namorada do seu ex-marido, com piripiri na vagina, em 2011, em Pombal.

O tribunal deu como provado que o ex-marido tinha começado a namorar com uma colega de trabalho da ex-mulher, de quem estava divorciado havia pouco tempo. A arguida soube do relacionamento depois de ter recebido uma mensagem destinada ao ex-marido e enviada pela nova namorada. Sentiu-se traída e decidiu vingar-se. Com a ajuda de um cúmplice, decidiu sequestrar a vítima.

Aproveitando o facto de dar boleia à vítima para ir trabalhar, a meio do caminho, parou o carro num a zona erma, onde já estava escondido o cúmplice. Munidos de uma faca, obrigaram a mulher a abrir as pernas, colocando "picante na vagina da ofendida".

Outras Notícias