Moita

Condenado a cinco anos de prisão por violar homem mais velho

Condenado a cinco anos de prisão por violar homem mais velho

Um homem de 33 anos foi condenado pelo Tribunal de Almada a cinco anos de prisão efetiva por ter violado um homem de 47 anos numa zona descampada no Vale da Amoreira, Moita.

O crime deu-se perto da meia-noite do dia seis de julho do ano passado, quando o agressor obrigou o ofendido, fisicamente mais fraco, a ir consigo para as traseiras de um prédio, na Moita, tendo-o aí forçado a manter relações sexuais.

Um morador que foi à janela de casa e assistiu à violação gritou e chamou a GNR, mas o agressor fugiu, tendo sido detido quase três meses mais tarde pela Polícia Judiciária de Setúbal, a dois de outubro.

O coletivo de juízes do Tribunal de Almada condenou o arguido, sem antecedentes criminais e inserido profissionalmente, a uma pena de prisão efetiva porque não se demonstrou arrependido e não interiorizou o desvalor da ação. Para além da pena de prisão, o arguido, atualmente em prisão preventiva, tem que pagar dez mil euros à vítima.

Outras Notícias