O Jogo ao Vivo

Tribunal

Confidente de Amália fecha acordo secreto com fundação da fadista

Confidente de Amália fecha acordo secreto com fundação da fadista

Estrela Carvas, secretária e confidente de Amália Rodrigues, desistiu do processo contra a Fundação com o nome da fadista, em que reclamava 80 mil euros na sequência do seu despedimento, em maio de 2019. A desistência foi rubricada num acordo confidencial em que a secretária aceitou receber seis mil euros, 7,5% do que peticionava.

O JN teve acesso ao acordo secreto onde se lê que Estrela Carvas e a Fundação Amália Rodrigues (FAR) "aceitam conciliar-se" mediante o pagamento "de uma quantia líquida de 6.000 euros, a título de compensação pecuniária de natureza global, decorrente da cessação de contrato de trabalho que vigorou entre as partes".

Salários, subsídios e danos

Estrela Carvas foi guia turística da FAR desde junho de 2001, por vontade manifestada pela fadista. A 14 de maio de 2019, a Fundação rescindiu o contrato de trabalho, o que a secretária de Amália contestou no Tribunal do Trabalho de Guimarães. Reclamava cerca de 70 mil euros em salários e subsídios de férias e de Natal que não teriam sido pagos, mais 10 mil euros por danos morais.

Agora, com o acordo, Estrela Carvas "declara nada mais ter a receber ou a reclamar". Para além disso, as apartes comprometem-se a "manter o presente acordo, seus termos e condições, prazos, valores, e intervenientes em absoluto sigilo". Os intervenientes ficam também proibidos de "criticar, denegrir, ou, por qualquer forma, afetar o bom nome da outra parte" e Estrela Carvas está ainda obrigada a "não promover ou divulgar informações sobre a FAR, sua atividade, organização, objetivos, origens e órgãos".

compensação paga

O compromisso levou a que fosse "extinta a instância" pelo juiz do Tribunal do Trabalho de Guimarães, no início deste ano. Após o acordo, a FAR tinha dez dias para pagar os 6.000 euros a Estrela Carvas, o que já aconteceu.

PUB

A conclusão do processo deixa por esclarecer as dúvidas sobre a relação laboral entre as partes, pois Estrela Carvas acusava a FAR de a ter mantido como trabalhadora sem a inscrever na Segurança Social e sem lhe fazer descontos, entre junho de 2001 e abril de 2010. Vicente Rodrigues, presidente da Fundação, refutou "as insinuações e acusações", tendo prometido que seriam "devidamente infirmadas" em sede judicial, o que acabou por não acontecer.

Secretária e amiga - Estrela Carvas e Amália Rodrigues eram confidentes e amigas, sobretudo depois do divórcio da fadista. Passaram a morar juntas. A relação deu origem ao livro "Os Meus 30 Anos com Amália".

Centenário - A Gala do centenário do nascimento de Amália Rodrigues realiza-se nos coliseus do Porto e de Lisboa, a 4 e 9 de Outubro. Amália nasceu a 23 de julho de 1920. As celebrações começaram no ano passado.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG