Premium

Construtora de Barcelos julgada por tráfico de pessoas

Construtora de Barcelos julgada por tráfico de pessoas

Queixas de trabalhadores contratados para obra na Costa do Marfim. Ficaram doentes e sem comida nem dinheiro.

Uma empresa de construção civil de Barcelos está a ser julgada no Tribunal de Braga por acusações de tráfico de pessoas, associação criminosa e furto. A queixa partiu de três antigos empregados, contratados para uma obra na Costa do Marfim. Dizem ter trabalhado sem receber a totalidade do salário, sem apoio médico e com comida insuficiente. Alguns dormiam num colchão, no chão.

A Cofrepower - Construção Civil, o proprietário, Paulo Fernandes, e mais quatro funcionários (incluindo um encarregado e um engenheiro) negam os crimes, atribuindo as dificuldades à realidade daquele país africano.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG