Exclusivo

Corpo de menina que morreu em Setúbal tem sinais de violência continuada

Corpo de menina que morreu em Setúbal tem sinais de violência continuada

Criança de três anos chegou ao hospital de Setúbal com marcas de agressões no corpo e na face. Passou a última semana em casa de ama, que nega ter dado anti-histamínico forte à menor e justifica hematomas com queda de cadeira.

Jéssica Biscaia, a menina de três anos que morreu em Setúbal, pode ter sido vítima de violência continuada. À chegada ao hospital, apresentava no corpo marcas de agressões antigas. Já na face, eram visíveis sinais de agressões recentes, que poderão ter sido a causa da morte. Esta suspeita terá de ser aferida na autópsia ao corpo, tal como a de que a menina foi drogada com Atarax, um anti-histamínico potente.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG