Grande Porto

Cortou pulseira eletrónica, fez assaltos à mão armada e destruiu três carros da PSP

Cortou pulseira eletrónica, fez assaltos à mão armada e destruiu três carros da PSP

A Polícia Judiciária deteve um homem, 34 anos, que cortou a pulseira eletrónica e efetuou diversos assaltos com arma de fogo a pessoas e estabelecimentos e ainda tentou atropelar agentes da PSP que o perseguiam. Todos os crimes foram cometidos no Grande Porto.

O indivíduo, com a alcunha de "Macaco", cortou a pulseira eletrónica que o mantinha em prisão domiciliária e, num espaço de cerca de 15 dias, protagonizou diversos roubos e furtos em estabelecimentos comerciais. Terá sido o autor do assalto a um hotel na zona da Boavista, no Porto.

No dia 16 de março, após ter roubado por carjacking uma viatura no Porto e assaltado um posto de abastecimento de combustíveis, em Matosinhos, foi perseguido pela PSP tendo, na fuga, tentado atropelar agentes daquela força policial, provocando danos avultados em três viaturas policiais. Uma na zona de Francos, nesse dia de manhã, e duas na Afurada, em Vila Nova de Gaia, ao final do dia.

"No dia 21 de março, logo após o furto de uma viatura, efetuou um roubo numa papelaria, em Gondomar, subtraindo dinheiro e tabaco. E, no dia 23 de março, novamente com recurso a arma de fogo, protagonizou outro roubo numa farmácia em Guifões, Matosinhos, apoderando-se de uma quantia significativa em numerário", afirma, em comunicado, a PJ. O JN sabe que o suspeito foi detido num hostel, este fim de semana, perto do Hospital Magalhães de Lemos, no Porto.

O homem tem vários antecedentes criminais por crimes contra o património, vai ser presente esta segunda-feira em primeiro interrogatório judicial para aplicação das medidas de coação.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG