Premium

Covid-19 impede regresso de polícias ao serviço da ONU

Covid-19 impede regresso de polícias ao serviço da ONU

Há agentes da PSP em missões na Colômbia, Iémen, Mali, ​​​​​​​República Centro-Africana e Sudão do Sul.

A pressão psicológica, as diferenças culturais e o afastamento da família são dificuldades enfrentadas por elementos da PSP que participam em missões de paz da Organização das Nações Unidas (ONU). Desde 1992, cerca de 1200 agentes já estiveram em quatro continentes e 19 países. Há 28 polícias, incluindo seis mulheres, impedidos de regressar a Portugal e ser substituídos por causa da covid-19.

Os agentes estão colocados em missões na Colômbia, Iémen, Mali, República Centro-Africana e Sudão do Sul. E há 15 elementos em organismos da ONU. No total, são 43.

Outras Notícias