Esquema

"Covid-19 Tracker" bloqueia telemóveis e exige resgate

"Covid-19 Tracker" bloqueia telemóveis e exige resgate

O Centro Nacional de Cibersegurança (CNCS) alerta que a app "COVID-19 Tracker", disponível online, é afinal um esquema que obriga quem a descarrega a pagar um resgate em bitcoins para desbloquear o telemóvel.

O caso é um exemplo de como a propagação do novo coronavírus tem originado, segundo aquela instituição e a Polícia Judiciária (PJ), um maior número de ciberataque, a coberto de alegadas campanhas de instituições internacionais, de recolhas de donativos fraudulentas e da suposta divulgação em tempo real de informação sobre a pandemia.

Na nota, o CNCS explica que, depois de ser convidado a descarregar a "COVID-19 Tracker" fora da loja do Google Play, o utilizador vê-se confrontado, uma vez concluída a instalação, com a exigência de um resgate de 100 dólares em bitcoins para desbloquear o telemóvel. A fraude afeta, em particular, os equipamentos com sistema Android e o Centro apela a que quem já tenha sido burlado contacte este entidade, através do e-mail cert@cert.pt, e a PJ.

"Não instale qualquer aplicação móvel (Android ou IOS-Apple) que não seja fidedigna e disponibilizada pelas lojas oficiais dos fabricantes (Google Play e AppStore)", lê-se no alerta do CNCS. Esta entidade pede ainda a que quem procura informação atualizada sobre o Covid-19 o faça nos sites de "fontes credíveis", nomeadamente a Direção-Geral da Saúde e a Organização Mundial de Saúde.

Atenção ao "phishing"

Com a generalidade da população a evitar sair à rua, foram, de resto, já três os alertas de "phishing" (roubo de informação confidencial) emitidos, em apenas cinco dias, pela Procuradoria-Geral da República. Os destinatários das burlas têm sido clientes do Millenium bcp e do Crédito Agrícola e consumidores da EDP titulares de cartão de crédito.

No caso das instituições financeiras, os cidadãos atingidos começaram por receber e-mails intitulados, respetivamente, "Notificação nova mensagem" e "Importante - informações da conta # 0012807325". Após clicar no links, os clientes foram encaminhados para páginas falsas que aparentam tratar-se do homebanking.

Já na última situação, o e-mail tem "Reembolso Nº 100000251" no assunto e garante que os clientes da EDP serão reembolsados em 52,56 euros. Em todos, o conselho é não clicar nos links nem fornecer dados.

E-mail para vítimas de violência pedirem ajuda

A Comissão para a Cidadania e Igualdade de Género criou um e-mail para facilitar o contacto por parte de vítimas de violência doméstica durante a pandemia do novo coronavírus. O endereço é violencia.covid@cig.gov.pt e visa dar condições às pessoas agredidas para pedirem ajuda num contexto em que passarão mais tempo com o potencial agressor. As vítimas podem ainda ligar para a linha gratuita 800 202 148, disponível 24 horas por dia.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG