Investigação

Criança morre após ficar esquecida dentro de carro em Lisboa

Criança morre após ficar esquecida dentro de carro em Lisboa

Uma bebé de dois anos morreu, na quinta-feira, após ter sido deixada trancada no carro pela mãe, durante várias horas, numa zona movimentada e central de ​​​​​​​Lisboa. A PSP comunicou o caso à Comissão de Proteção de Crianças e Jovens e a PJ vai investigar.

A mãe da bebé, com 40 anos, saiu de manhã de casa com os três filhos menores, e deixou dois deles nas respetivas escolas. Voltou para a casa, na Avenida de Miguel Bombarda, e não se apercebeu que no banco de trás estava a filha mais nova.

Não voltou a sair de casa e só foi alertada, ao final da tarde, por uma funcionária do jardim-de-infância, que estranhou a ausência da bebé. Foi então que a progenitora se apercebeu de que teria deixado a filha no carro, não muito longe da sua residência. A criança esteve fechada no veículo entre as 10 horas e meio da tarde.

A menina chegou já sem vida ao Hospital Santa Maria, confirmou ao JN fonte oficial da unidade hospitalar. "Estiveram a ser efetuadas manobras de reanimação durante mais de meia hora, mas sem sucesso", explicou a mesma fonte.

Os pais da bebé, em estado de choque, foram assistidos pela unidade de psiquiatria na mesma unidade de saúde. O JN apurou ainda que a mãe sofreria de insónias há mais de um mês, e estaria extremamente cansada.

A Polícia Judiciária está a investigar as circunstâncias desta ocorrência e o caso foi igualmente encaminhado para a Comissão de Proteção de Crianças e Jovens por causa das duas outras crianças.

O Ministério Público instaurou um inquérito para averiguar as circunstâncias da morte, tendo sido determinada a realização de autópsia.

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG