PSP

Aluno vítima de bullying leva arma para a escola em Lisboa para se proteger

Aluno vítima de bullying leva arma para a escola em Lisboa para se proteger

Um menor de 14 anos levou uma arma de fogo para a Escola Marquês de Pombal, na zona de Belém, em Lisboa. A arma foi roubada por um outro aluno.

A vítima, de 14 anos, levou a arma de fogo para a escola em 20 de setembro, dia em que o alegado agressor, de 17 anos, a roubou durante uma conversa.

Contudo, a escola só soube desta situação na quinta-feira, 3 de outubro, quando, após mais um episódio de agressões, o ofendido contou aos responsáveis da escola que "já sofria 'bullying' desde o início do ano letivo" e que por isso tinha levado a arma para o estabelecimento de ensino "para se proteger".

Segundo apurou o JN, uma patrulha da PSP, do programa "Escola Segura", deslocou-se à escola para responder ao alerta de que um menor de 14 anos tinha uma arma na sua posse.

A polícia ainda não conseguiu apurar o paradeiro da arma que lhe foi roubada.

O suspeito de 17 anos foi constituído arguido e foram identificados mais quatro alunos, três dos quais suspeitos de fazerem parte do grupo que cometia o 'bullying' sobre a vítima.

Fonte da PSP explicou, ainda, que no decorrer da investigação uma patrulha da PSP deslocou-se a casa dos familiares do jovem. A progenitora explicou que, sem o seu conhecimento, o jovem retirou a arma de fogo do interior de um cofre pertencente ao pai, onde estavam outras armas, que a polícia confirmou estarem em situação ilegal. Foi apreendido um revólver, 40 munições de calibre de 6.35 milímetros (mm), 42 munições de 22 mm e 12 cartuchos de 12 mm.

A PSP vai continuar a investigar a situação através da sua estrutura de investigação criminal.