Premium

Crime em Mirandela: "A minha irmã pede perdão, mas sabe que a sua vida acabou"

Crime em Mirandela: "A minha irmã pede perdão, mas sabe que a sua vida acabou"

Fátima matou filho autista e está indiciada por homicídio qualificado. Irmã mais velha já a abraçou na prisão e diz que ela não deu conta do que fez. Pai, sempre ausente, pretenderá agora obter indemnização pela morte do filho.

- Já vais, Fátima?

- Já vou.