Investigação

Declaração de impacto ambiental do aeroporto do Montijo sob suspeita

Declaração de impacto ambiental do aeroporto do Montijo sob suspeita

A Polícia Judiciária realizou, na manhã desta quinta-feira, buscas para recolher documentos, na Agência Portuguesa do Ambiente e no Instituto de Conservação da Natureza. Em causa está a última declaração de impacto ambiental do futuro aeroporto do Montijo. As diligências foram confirmadas ao JN pela PGR.

De acordo com informações recolhidas pelo nosso jornal, a investigação prende-se com eventuais crimes de falsificação de documentos, abuso de poder e corrupção.

A revista "Sábado", que avançou a notícia, adianta que um escritório de advogados da Grande Lisboa também foi alvo de buscas.

PUB

Recorde-se que a Agência Portuguesa do Ambiente (APA) emitiu a Declaração de Impacte Ambiental relativamente ao aeroporto do Montijo, dando luz verde definitiva ao projeto, em janeiro deste ano.

O documento aprovou a transformação parcial da base militar do Montijo num aeroporto complementar que vai servir a região de Lisboa. Mas mantém as condições que já sinalizara como forma de compensar eventuais danos ambientais, incluindo as duas embarcações para a travessia do Tejo. Medidas ambientais que ascendem a cerca de 48 milhões de euros.

Com a confirmação da viabilidade ambiental, oito associações ambientais já manifestaram que iam interpor processos em tribunal para travar o projeto.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG