Violência doméstica

Deixava mulher trancada e sem comida e violava-a quando chegava

Deixava mulher trancada e sem comida e violava-a quando chegava

Um homem de 38 anos de idade foi detido pela PSP de Sintra por suspeita de violência doméstica sobre a sua companheira. Ficou em prisão preventiva.

O homem, com uma frequência quase diária, saía para trabalhar e deixava a mulher fechada em casa, em Mem Martins, sem dinheiro e sem alimentos. Quando chegava a casa, obrigava-a a cozinhar refeições para ele e ordenava-lhe que se sentasse a seu lado, mas não a deixava comer.

Além disso, "o agressor obrigava a vítima a dormir num colchão, no chão, sem cobertor" e, "sob ameaça com arma branca", forçava-a "a manter consigo relações sexuais".

Segundo um comunicado da PSP, com a sua conduta, o detido "provocou-lhe medo e inquietação, a coberto de um sentimento de impunidade, uma vez que os factos aconteciam no interior da residência comum".

O detido foi apresentado ao Tribunal Judicial da Comarca de Lisboa Oeste, Núcleo de Sintra, para 1º Interrogatório Judicial, tendo-lhe sido decretada a medida de coação de prisão preventiva.