Exclusivo

Desorientadas e a chorar: PJ investiga abusos a adolescentes na Maia

Desorientadas e a chorar: PJ investiga abusos a adolescentes na Maia

Raparigas, de 14 e 15 anos, foram encontradas numa rua da Maia completamente desorientadas e a chorar.

A Polícia Judiciária está a investigar um caso de alegados abusos sexuais a duas raparigas, de 14 e 15 anos, ocorrido na tarde de sexta-feira, em Moreira da Maia. As adolescentes foram encontradas numa rua sem saída, a chorar e de tal forma desorientadas que não conseguiram explicar o que lhes tinha acontecido. Apenas contaram que tinham estado na companhia de um homem, que não conheciam.

Foi nas traseiras do Edifício Lidador, situado em frente ao Mira Maia Shopping, que o comportamento das jovens chamou a atenção, pelas 18 horas, de um homem que ali passava a correr. "Vi o rapaz junto a uma das raparigas, que estava a chorar e a pedir ajuda. As pessoas que iam passando paravam para a auxiliar", contou, ao JN, uma moradora da Rua São Salvador. Esta testemunha acrescentou que uma das adolescentes não aparentava estar alcoolizada, mas estava bastante confusa.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG