Polícia Judiciária

Detida mulher que abandonou recém-nascido no meio de arbustos em Cascais

Detida mulher que abandonou recém-nascido no meio de arbustos em Cascais

Foi detida a mulher suspeita de ter abandonado o filho recém-nascido, há cerca de um mês, nas traseiras de um hotel, em Cascais. Ficou em prisão preventiva. O bebé, encontrado ainda com o cordão umbilical, sobreviveu.

A mulher de 33 anos, detida pela Polícia Judiciária pela prática de um crime de homicídio qualificado na forma tentada, é suspeita de, na noite de 10 de julho, ter abandonado o bebé recém-nascido, numa zona isolada, "com o claro intuito de lhe provocar a morte e dificultar a sua localização por terceiros.

"Os factos ocorreram na sequência de uma gravidez indesejada, mantida pela arguida, a que se seguiu, no final do período normal de gestação, um parto sem assistência, ocorrido em casa e o posterior abandono", indica a PJ, em comunicado.

PUB

Segundo relatou na altura o comandante dos Bombeiros Voluntários do Estoril (BVE), Bruno Carvalho, a criança foi encontrada, ainda com o cordão umbilicar, nuns arbustos junto à ciclovia nas traseiras do hotel Pestana, em Cascais. "O bebé foi estabilizado no local por uma equipa de emergência pré-hospitalar dos bombeiros do Estoril e pela VMER" e transportado ao hospital, onde ficou internado.

O bebé, rapaz, acabou por ser localizado por uma pessoa que contactou os serviços de emergência médica, "possibilitando o transporte, em tempo útil, para unidade hospitalar, evitando assim a ocorrência da morte", explica a PJ, que acrescenta que as diligências efetuadas, desde o conhecimento da notícia do crime, permitiram a identificação cabal da suspeita, a recolha de indícios fortes da prática de crime, bem como a obtenção de informação acerca da sua atual localização".

A detida foi presente a primeiro interrogatório e ficou em prisão preventiva.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG