PJ

Detida suspeita de matar empresário de Famalicão à facada

Detida suspeita de matar empresário de Famalicão à facada

Uma mulher suspeita de ter assassinado à facada um empresário em Famalicão e roubado o cofre da vítima foi detida, esta quarta-feira, pela Polícia Judiciária de Braga.

A detida, de cerca de 45 anos, teria uma relação muito próxima com o empresário Joaquim Sousa da Costa, de 49 anos, morto à facada, há nove meses, em casa, na freguesia de Oliveira de São Mateus, em Vila Nova de Famalicão.

O crime foi cometido a 23 de julho de 2020. "Tendo como móbil o roubo de dinheiro, a presumível autora deslocou-se, de carro, à casa da vítima, onde, encapuzada, após ter escalado o muro da propriedade e se ter introduzido na habitação, por uma portada que sabia estar aberta, acabou por surpreender a vítima", que estava a dormir e que foi atingida com "várias facadas no tronco", acabando por morrer, diz a PJ de Braga.

"O cadáver foi descoberto na manhã seguinte por funcionárias de uma empresa têxtil que laborava na cave da habitação e que alertaram as autoridades", acrescenta a Judiciária, salientando que, na sequência da investigação, "foi possível reunir fortes indícios da autoria dos factos e avançar, agora, para a detenção da suspeita".

A suspeita será presente na quinta-feira ao juiz de instrução criminal, no Tribunal de Guimarães, depois de ter passado todo o dia em diligências com a PJ de Braga.

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG