O Jogo ao Vivo

Alpiarça

Detido empresário suspeito de tráfico de seres humanos

Detido empresário suspeito de tráfico de seres humanos

Militares do posto de Alpiarça da GNR detiveram esta quarta-feira quatro pessoas, um por suspeitas de auxílio à imigração ilegal e tráfico de seres humanos, e três por não terem visto ou outro documento legal para permanecerem no país.

Em comunicado, o comando territorial de Santarém da Guarda Nacional Republicana (GNR) afirma que o homem suspeito de auxílio à imigração ilegal, com título de residência em Portugal, é proprietário de uma empresa de angariação de mão-de-obra para trabalho agrícola.

"Com intenção de obter lucro, suspeita-se que o indivíduo angariava e fazia chegar a Portugal cidadãos em situação ilegal, colocando-os em explorações agrícolas no distrito de Santarém, suspeitando-se da prática de crimes como tráfico de seres humanos e auxilio à imigração ilegal", refere a nota.

Os detidos, com idades entre os 23 e 25 anos, foram sujeitos a termo de identidade e residência.

A dois deles foi decretada ordem de expulsão do território nacional no prazo máximo de 20 dias.