Violência doméstica

Detido por agredir e abusar sexualmente da mãe há 15 anos

Detido por agredir e abusar sexualmente da mãe há 15 anos

Um homem de 54 anos foi detido em Lisboa por suspeita da prática reiterada do crime de violência doméstica sobre a sua mãe com 79 anos de idade.

Os maus tratos físicos e psicológicos aconteciam, pelo menos, desde 2004, altura em que o detido se divorciou e passou a residir com a mãe.

Segundo a Procuradoria-Geral Distrital de Lisboa, houve alturas em que os episódios de agressão eram diários com o arguido a desferir bofetadas, forçando a vítima a contactos de natureza sexual contra a sua vontade e dirigindo-lhe palavras ofensivas da sua honra e consideração e ameaçando-a.

O homem foi detido segunda-feira à tarde, na freguesia de Alvalade, Lisboa. Com a rápida intervenção dos polícias, quer afetos às Equipas do Programa de Apoio à Vítima (EPAV) quer os responsáveis pela Investigação Criminal, foi possível terminar com as agressões que eram infligidas, e impossibilitar que algo de mais grave sucedesse.

O suspeito foi presente no Tribunal Judicial da Comarca de Lisboa - Juízo de Instrução de Lisboa, para 1º Interrogatório Judicial, tendo-lhe sido aplicada a medida de coação de Prisão Preventiva, (a executar em ala psiquiátrica), em razão da verificação dos perigos de continuação da atividade criminosa e de perturbação do inquérito.

O arguido esteve internado durante alguns dias em serviço de psiquiatria Hospitalar, informa a PGDL. Porém, "após a alta, manteve o comportamento descrito, continuando a não tomar a medicação prescrita, a ingerir bebidas alcoólicas em excesso e a adotar atitudes cada vez mais agressivas e controladoras para com a mãe".