Palmela

Detido por homicídio salta do carro da PJ em andamento na A2

Detido por homicídio salta do carro da PJ em andamento na A2

O suspeito do homicídio de uma mulher de 34 anos e da tentativa de homicídio da filha desta, em Mem Martins, Sintra, foi detido pela PJ de Lisboa no Alentejo, enquanto trabalhava. Mais tarde, tentou fugir do carro policial, na A2.

A tentativa de fuga ocorreu às 19.45 horas de quarta-feira, na A2 perto da saída para Palmela. O detido - suspeito de esfaquear mortalmente a ex-companheira na madrugada de quarta-feira - seguia na viatura da PJ, no trânsito, em direção às istalações da Judiciária de Lisboa, quando conseguiu abrir a porta e saltar.

O suspeito acabou por ficar ferido com gravidade e não conseguiu fugir, tendo sido transportado para o Hospital Garcia de Orta. Depois de receber tratamento, será presente a tribunal para aplicação de medidas de coação. Em causa estão dois crimes de homicídio qualificado, um dos quais na forma tentada.

PUB

O homicídio da mulher de 34 anos, de nacionalidade brasileira, ocorreu na madrugada de quarta-feira na casa onde esta residia com os quatro filhos, na Quinta do Recoveiro, em Mem Martins, Sintra. O suspeito, ex-marido da vítima mortal, entrou de rompante na habitação (onde não residia) para a matar.

Munido de uma faca, desferiu vários golpes na cabeça e no peito da mulher, provocando-lhe morte imediata. A filha da vítima mortal, de 14 anos, tentou travar o homicida, mas acabou por ser esfaqueada. À chegada dos bombeiros, a criança estava em paragem cardiorrespiratória num quarto da habitação. Foi transportada para o Hospital Santa Maria em estado crítico e, até quarta-feira à noite, permanecia no hospital com prognóstico reservado.

O casal estava separado há algum tempo e a mulher tinha-se mudado para a nova casa, em Mem Martins, há cerca de um mês, com os quatro filhos - a menina de 14 anos e outros de três, quatro e nove anos. Nenhum era filho do suspeito.

A relação entre o casal era problemática e já tinha motivado queixas por violência doméstica contra o homem. A PJ conseguiu localizar o suspeito enquanto trabalhava no Alentejo e partiu para a detenção ainda na tarde de quarta-feira.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG